Ponto

Somos apenas crianças querendo tomar conta das próprias vidas.

Árvores que, enquanto sofrem as insolações e tempestades, tentam manter suas folhas no melhor estado possível – cada uma delas.

Artesãos que, construindo ampulhetas, pensam controlar a areia que cai – e a velocidade em que cai.

Andarilhos que traçam rotas desconhecendo a existência de atalhos e bifurcações.

Constantes em nossa própria inconstância. Inconstantes no mundo constante.

(Texto escrito em 2011, sem alterações.)

2 respostas para ‘Ponto

  1. Raquel

    Tão real!
    Tentamos ter controle sobre os acontecimentos, nos manter inteiros… mas a vida vai passando e acontecendo de outras maneiras que nem imaginávamos – e isso não quer dizer pior, apenas diferente.
    Somos fragmentos. 🍂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s